Rádio Hinos Inspirados


sexta-feira, 17 de agosto de 2012

EVANGELISTA



EVANGELISTA - euangelistes (εύαγγελιστής)

Literalmente, “mensageiro do bem” (formado de eu, “bem”, e angelos, “mensageiro”), denota “pregador do Evangelho” (At 21.8; Ef 4.11, que deixa claro a distinção da função nas igrejas; 2Tm 4.5). Contraste com o verbo euangelizõ, “proclamar notícias boas”, e o termo euangelion, “boas notícias, evangelho”. Os missionários são “evangelistas” por serem essencialmente pregadores do Evangelho.

EVANGELISTAS. No NT, evangelistas eram homens de Deus, capacitados e comissionados por Deus para anunciar o evangelho, i.e., as boas novas da salvação aos perdidos e ajudar a estabelecer uma nova obra numa localidade. A proclamação do evangelho reúne em si a oferta e o poder da salvação (Rm 1.16).

(1) Filipe, o “evangelista” (At 21.8), claramente retrata a obra deste ministério, segundo o padrão do NT. (a) Filipe pregou o evangelho de Cristo (At 8.4,5,35). (b) Muitos foram salvos e batizados em água (At 8.6,12). (c) Sinais, milagres, curas e libertação de espíritos malignos acompanhavam as suas pregações (At 8.6,7,13). (d) Os novos convertidos recebiam a plenitude do Espírito Santo (At 8.14-17).

(2) O evangelista é essencial no propósito de Deus para a igreja. A igreja que deixar de apoiar e promover o ministério de evangelista cessará de ganhar convertidos segundo o desejo de Deus. Tornar-se-á uma igreja estática, sem crescimento e indiferente à obra missionária. A igreja que reconhece o dom espiritual de evangelista e tem amor intenso pelos perdidos, proclamará a mensagem da salvação com poder convincente e redentor (At 2.14-41).

Fontes: Dicionário VINE e BEP (Bíblia de Estudo Pentecostal), ambas obras CPAD.



COMENTÁRIO:
1. EVANGELISTA tem como base a CRUZ.

A CRUZ, tal como uma rosa tem sua beleza, perfume, mas também seus espinhos. Os imediatismos de hoje estão sufocando a verdadeira mensagem do verdadeiro Evangelista. Jesus deixou bem claro que lutas não faltariam (Jo 16.33), assim como a Sua presença para nos fortalecer e nos guiar (Mt 28.20).

2. EVANGELISTA tem como alvo o perdido PECADOR.

Evangelista que vive pregando dentro de igreja para 99,9% de ouvintes já conhecedores da Graça salvífica... estranho, não? E os becos, valados, excluídos, doentes e desorientados?

3. EVANGELISTA não aparece.

O que tem se visto ultimamente são holofotes para vasos de BARRO, que esquecem esta sua ESTRUTURA e procuram os louros e coroas para si. Esquecem que a declaração de João Batista (convém que Ele cresça e eu diminua – Jo 3.30) é tão viva quanto na época em que foi verbalizada diante das pessoas.
É tanto chamariz que fica fácil discernir quem é SERVO (gr. doulos) ou ATOR (gr. hupocretes).

4. EVANGELISTA é AMIGO do pastor.

Como sabiamente disse Dr. Josué Yrion: "evangelista ganha, pastor cuida". Um dependendo do outro para o bom e sadio crescimento (Ef 4.11,12) da ekklesia do Mestre.

5. EVANGELISTA é dom do ESPÍRITO.

Não nasce da oratória, da afinidade, da simpatia. O Espírito de Cristo é quem separa, consagra, cuida e prospera a chamada.
 
 

Infelizmente, assim como o dom do EVANGELISTA, os demais DONS estão sendo banalizados por conta de um sistema que, como câncer tem procurado consumir a Noiva do Cordeiro. A estes (seja o cargo que for) que se acham alguma coisa, um lembrete: "de D'us não se zomba. O que for plantado será colhido - Gl 6.7".



D'us é o Guarda Fiel de Seu Povo!!!

Com Temor e Tremor,

Ir. Márcio Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de preencher, um conselho: pense no que vai escrever. Pondere suas palavras. Respeito é tudo e inteligente.
Venha somar com seus comentários para que todos saiam ganhando.

Ir. Márcio Cruz