Rádio Hinos Inspirados


terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

A NATUREZA HUMANA

Após o Dilúvio, Noé ergueu um altar ao Senhor e ofereceu a Ele holocausto de animais e aves limpas sobre o altar.

Aspirando o suave cheiro do holocausto, disse o Senhor consigo mesmo: “... mau é o desígnio íntimo do homem desde a sua mocidade...” (Gn 8.21 ARA).

Tempos depois, disse o salmista Davi: “não há quem faça o bem, não há sequer um” (Sl 14.3b). Palavras semelhantes foram repetidas pelo apóstolo Paulo aos cristãos romanos (Rm 3.10-12).

Mas afinal, o que a Palavra de Deus nos quer ensinar acerca da Natureza Humana?


PRIMEIRO: Ela revela quem somos. A pecaminosidade, perversidade, a depravação do ser humano, a essência da natureza humana e seus resultados para si e para os outros.

SEGUNDO: que paremos de terceirizar nossos erros. O inimigo procura alguém para tragar (1Pe 5.8), mas se estivermos sóbrios e vigilantes, ele não alcançará êxito em sua caçada. Inclusive, Tiago fala que “cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz” (Tg 1.14).

TERCEIRO: Paulo, ao escrever aos gálatas disse que se eles quisessem vencer a carne com seus desejos mortais, deveriam andar no Espírito e deixar que Ele os guiasse em sua peregrinação no mundo. Poderiam contar com o poder e a presença do Paracleto para vencer e ajudarem uns aos outros.
 

É sempre importante e altamente necessário relembrar isto, ainda mais quando o tempo vai chegando ao seu derradeiro desfecho dentro dos Desígnios do Soberano Rei do universo.


Ir. Márcio da Cruz

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

A SANTIDADE DE DEUS E O MAL



1. E clamavam uns para os outros, dizendo: SANTO, SANTO, SANTO É O SENHOR dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória. Isaías 6.3

Os serafins convivem com o Senhor todo o tempo e o tempo todo e afirmam clamando que o SENHOR É SANTO!!! E quem o homem pensa que é para insanamente dizer que da Santidade do SENHOR saiu o mal em todos os seus aspectos?

2. TU ÉS TÃO PURO DE OLHOS, que não podes ver o mal e a opressão não podes contemplar; por que, pois, toleras os que procedem perfidamente e te calas quando o perverso devora aquele que é mais justo do que ele? Habacuque 1.13

“Se o profeta afirma de forma tão intensa acerca da PUREZA do SENHOR, como é que alguém insanamente diz que o Santo de Israel criou a malignidade?”

3. Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque DEUS NÃO PODE SER TENTADO PELO MAL e Ele mesmo a ninguém tenta. Tiago 1.13

“O sacro escritor revela a Essência do Deus Vivo. Então, como é que alguém pode crer e ensinar loucamente que este Deus TOTALMENTE separado do mal, criou tudo que há de maligno no Universo?”


​Se em nome de uma linha teológica a pessoa do Deus Eterno é profanada, tem-se um sério problema. Como Ele sendo totalmente Santo criaria algo contrário à Sua própria natureza? Isso destrói a própria Teologia e acaba tirando de Iavé aquilo que Ele de fato é: DEUS!!!!

Essa insanidade me fez lembrar de uma frase verdadeira encontrada num filme secular e que reflete bem o resultado dessa infame pseudoteologia:

Se você pode fazer Deus sangrar, então o povo não vai mais vai acreditar nele!” – personagem Ivan Vanko, em O Homem de Ferro 2.

E é justamente isso que teologias(?) blasfemas e antibíblicas acabam trazendo como consequência de sua aberração.

Afinal, como falar de alguém que é contrário à Sua própria Natureza? É santo, separado, elevado, puro, mas cria, ordena, decreta o mal! Uma pessoa assim só gerará descrédito diante dos ouvintes. Quem vai querer um Deus desse nível? Se a Essência do Deus Vivo é manchada, todo o mais o será e isto já é mais que motivo suficiente para rechaçar tal ensino, declará-lo herético e lançá-lo fora como anátema! A coluna da Palavra de Deus e da Teologia genuinamente bíblica tem o Senhor e Sua Perfeita Pessoa como base. Tudo o mais deriva dEle, em sua perfeita harmonia Trinitariana.


Bem feliz foi Davi ao dizer: “Pois tu não és Deus que se agrade com a iniquidade, e CONTIGO NÃO SUBSISTE O MAL.” Salmo 5.4


nEle,
Ir. Márcio da Cruz