Rádio Hinos Inspirados


quarta-feira, 15 de agosto de 2012

ANTIGAMENTE...




ANTIGAMENTE ser honrado não era ganhar bens. Nesse tempo, bastava ser fiel a D’us, e Este transformava presidiário em Governador.

ANTIGAMENTE não era preciso fundo musical para pregador. Nesse tempo o Espírito Santo agia livremente, sem “ajudinhas”.

ANTIGAMENTE não havia tantos aplausos. Nesse tempo, expressões como “Glória a D’us!” e “Aleluia!” eram correntes.

ANTIGAMENTE bastava ao povo “feijão com arroz”. Nesse tempo, o povo vivia bem alimentado e bem nutrido.

ANTIGAMENTE dramatizações acerca do Reino, não arrancavam risadas e gargalhadas. Nesse tempo, almas se quebrantavam, havia choro e mudança.

ANTIGAMENTE não era preciso passar uma “eternidade” chamando os pecadores ao arrependimento. Nesse tempo, bastava um sermão simples, de alguém simples, para quase 3.000 pessoas, sem apelo algum, entregarem suas vidas ao Rei Jesus.

ANTIGAMENTE não havia adaptações e adereços ao Evangelho. Nesse tempo, se dava a vida para manter a integridade e a santidade da Igreja.

ANTIGAMENTE os conflitos não eram por posições, status e impérios. Nesse tempo era um o coração e a alma dos que criam.



ONDE FOI PARAR ESTE TEMPO?

Quem for inteligente, entenderá o texto!!!

Ir. Márcio Cruz

Um comentário:

  1. Antigamente Ir. Márcio, se ouvia Glória a Deus e Aleluia regado ao choro!! Hoje se ouve regado aos aplausos e gritos que não chegam ao coração do Pai. sabe pq? Pq o homem estar perdendo sua essência,adorando mais a criatura do quê o Criador. Fazendo mais propaganda dos cultos com recheios de brindes e revelações, do quê com a Palavra que liberta o cativo e o torna em uma Nova Criatura!
    Será que vamos sempre lembrar dos ANTIGAMENTES??!!!
    Deus te abençoe e continue sendo este canal de benção. Levanto sempre a Doce e Preciosa Palavra sem "RECHEIOS E BRINDES" ao povo cativo do Senhor Jesus.
    Shalom Adonai.

    ResponderExcluir

Antes de preencher, um conselho: pense no que vai escrever. Pondere suas palavras. Respeito é tudo e inteligente.
Venha somar com seus comentários para que todos saiam ganhando.

Ir. Márcio Cruz