Rádio Hinos Inspirados


terça-feira, 25 de outubro de 2016

​​PROFECIA – A BANALIZAÇÃO DO CHARISMA



​“Mas o que profetiza fala aos homens, Edificando, Exortando e Consolando”. 1Coríntios 14.3



Nestes últimos dias, vem se tornando cada vez mais comum e parte da liturgia e prédicas, certas expressões verbais de efeito. São frases utilizadas para tentar preencher lacunas de um pobre sermão, peças-chave liberadas em momentos específicos para causar frisson e comoção nos ouvintes.

A orientação de Paulo a Timóteo não ficou presa ao tempo e ao espaço. Ela continua vigorando e muito mais ainda, quando nos aproximamos do clímax da história da Igreja na terra.

Paulo disse: “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que MANEJA BEM (ênfase minha) a palavra da verdade – 2Tm 2.15”. E à Igreja em Éfeso, disse: “Tomai também o capacete da salvação e A ESPADA DO ESPÍRITO, QUE É A PALAVRA DE DEUS (ênfase minha) – Ef 6.17”.

Sendo assim, percebemos duas grandes responsabilidades:

1. TOMAR

2. MANEJAR

Deus, em Sua infinita Graça e Misericórdia nos concedeu (TOMAI) dons e instrumentos para o crescimento sadio, racional e espiritual da Igreja de Cristo (Rm 12.6-8, 28-31; 1Co 12.8-10; Ef 4.11). Mas, para que isto ocorra de acordo com a regra escriturística, faz-se altamente necessário saber que regras são essas e como elas podem ser e são aplicadas no Corpo de Cristo (MANEJAR).

Voltando ao detalhe do início, vejamos que expressões verbais de efeito são essas. São frases simples, mas com efeito devastador, principalmente para uma neófita mente.

1. PROFETIZO a derrota do inimigo na tua vida

2. PROFETIZO a tua vitória (cita-se a área da vida, ou todas)

3. PROFETIZO teu passado apagado e lançado fora

4. PROFETIZO teus inimigos humilhados e te vendo de baixo


Essas quatro são as mais citadas e ouvidas, e todas elas têm algo em comum: PROFETIZO.

Um estudo sério (nem precisa ser uma exegese monográfica, senão é aí que a coisa estreita mesmo) derruba essa invenção que tanto mal faz à Igreja. É preciso também HONESTIDADE e HUMILDADE por parte dos ministérios que vivem tal prática para dar um fim nisto e voltar para a Palavra como Ela é. Chega de veneno na panela (2Rs 4.40). Por falar em veneno na panela, foi justamente por desconhecer a planta (trepadeira silvestre) que quase o povo pereceu por causa disso.

Paulo disse que a profecia possui três finalidades:

a. Edificar

b. Exortar

c. Consolar

É preciso saber como, quando e onde o charisma funciona. Não adianta abrir a boca e berrar idiotices, como se elas fossem doutrina e remédio para toda espécie de mal.

Cristianismo é racional também (Rm 12.2), e para isso é preciso conhecer a base dele: A Palavra de Deus.

Muitas invencionices ganharam terreno e força justamente por negligência dos líderes, que ao invés de submeter ao escrutínio bíblico o que estavam vendo e ouvindo, preferiram agregar em seus ministérios algo que segundo o seu coração enganoso (Jr 17.9) achou por bem receber. Afinal, dá resultados imediatos, seguindo-se assim e fortalecendo o dito: “O fim justifica os meios!”.



PROFETIZO a derrota do inimigo na tua vida


De acordo com o prumo bíblico, vemos de forma clara que não se vence o Diabo porque alguém “profetizou”. Isso é desconhecer (na maioria das vezes irresponsabilidade mesmo!) o modus operandi do Espírito de Deus, na história humana, seja na Antiga Aliança ou na Nova Aliança.

Sobre profetizar sobre o Diabo, lembremos de Jesus e suas palavras, quando na satânica tentação ocorrida no Deserto, durante o confronto em Gadara e com Pedro, após ele declarar que Jesus era o Cristo:

1. ​“Jesus, porém, respondeu: Está escrito: Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus. ​[...] Respondeu-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor, teu Deus. ​[...] Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto - Mateus 4.4,7,10"

2. ​“Porque Jesus lhe dissera: Espírito imundo, sai desse homem! - Marcos 5.8"
 

3.Mas Jesus, voltando-se, disse a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens - Mateus 16.23".

O que os textos acima revelam CLARAMENTE? Jesus NÃO profetizou!

Um detalhe interessante em Jesus é que Ele conhecia (lembra do MANEJAR que Paulo orientou a Timóteo?) detalhadamente (exegética e hermeneuticamente) as Escrituras, além de saber a localização dos textos quando no manuseio do rolo (Lc 4.17). Ele não lembra em nada a maioria dos pregadores e crentes de hoje que parecem mais com um catálogo telefônico, onde uma informação não tem anda a ver com a outra.


PROFETIZO a tua vitória (cita-se a área da vida, ou todas)

1. “​E a vós outros, que estáveis mortos pelas vossas transgressões e pela incircuncisão da vossa carne, vos deu vida juntamente com ele, perdoando todos os nossos delitos; tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu- o inteiramente, encravando-o na cruz; e, despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz – Colossenses 2.13-15”
- Pra quê profetizar vitória se Cristo já a conquistou por nós (Rm 8.37)?

2.porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé – 1João 5.4”.
- A fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra (Rm 10.17). Como vencer se a preocupação dos pregadores é apenas de “profetizar”? Ensinar leva tempo, é trabalho árduo, mas o resultado é fantástico. Mas, muitos preferem servir PF ao rebanho do Mestre...

3. “​Elias era homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos, e orou, com instância, para que não chovesse sobre a terra, e, por três anos e seis meses, não choveu – Tiago 5.17”.
- Não existe super-crente. Todos passamos e passaremos dificuldades (Ap 21.4 – o lugar perfeito ainda é futuro!), enquanto neste mundo. Se a profecia de Elias foi tão transcendente, por que Tiago disse que ele orou (com instância, insistentemente) para que não chovesse?

4. “​Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis – Efesios 6.13”.
Lembre-se: SEMPRE haverá o dia mau!



PROFETIZO teu passado apagado e lançado fora

1.Quem, ó Deus, é semelhante a ti, que perdoas a iniquidade e te esqueces da transgressão do restante da tua herança? O SENHOR não retém a sua ira para sempre, porque tem prazer na misericórdia. ​Tornará a ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossas iniquidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar – Miquéias 7.18,19”.

2.Não ensinará jamais cada um ao seu próximo, nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece ao SENHOR, porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o SENHOR. Pois perdoarei as suas iniquidades e dos seus pecados jamais me lembrarei – Jeremias 31.34”.

3. ​“E disto nos dá testemunho também o Espírito Santo; porquanto, após ter dito: ​Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as inscreverei, ​acrescenta: Também de nenhum modo me lembrarei dos seus pecados e das suas iniquidades, para sempre – Hebreus 10.15-17”.

O que temos visto e ouvido é um total absurdo bíblico/teológico. Se o próprio Deus lança nas profundezas do mar, esquece, não lembra jamais e para sempre, o que estes pregadores querem com esta afronta ao Vicário Sacrifício do Cordeiro de Deus (Isaías 53)?



PROFETIZO teus inimigos humilhados e te vendo de baixo

1. “​porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes – Efésios 6.12”.

2.Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas – 2Coríntios 10.4”

- Ao que parece, alguns crentes preferem cantar Sabor de Mel, Estou de Pé e semelhantes a essas. Esquecem-se das orientações bíblicas (se é que sabem quais são!) e mergulham em um triunfalismo e vingança horríveis, atraindo assim, males à sua vida social, psicológica e espiritual. Mas, não é de se espantar, afinal, é só o que a pessoa ouve e absorve para si como ensino máximo durante os louvores e as prédicas na sua congregação.

É preciso SEMPRE lembrar o que Jesus disse:

Ouvistes que foi dito: Olho por olho, dente por dente. ​Eu, porém, vos digo: não resistais ao perverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra; ​e, ao que quer demandar contigo e tirar-te a túnica, deixa-lhe também a capa. ​Se alguém te obrigar a andar uma milha, vai com ele duas. Dá a quem te pede e não voltes as costas ao que deseja que lhe emprestes. Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. ​Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; ​para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos. 46 ​Porque, se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo? ​E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os gentios também o mesmo? Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste – Mateus 5.38-48”.

Esse final no discurso é perturbador. Cristo propositadamente exorta falando algo que deveria nos chocar e levar-nos a refletir que Cristianismo estamos vivendo. O Cristianismo que leva à perfeição ou um pseudo cristianismo que ainda possui raízes na nossa miserável natureza humana?

 
Diante do exposto, é tarefa hercúlea derrubar essa árvore gigantesca e de profundas raízes que se agarrou ao solo da Igreja Brasileira.

Onde estão os que porão o machado à raiz de tal árvore?

É preciso retornar ao princípio do Reino e à base da Reforma: SOLA SCRIPTURA! Somente na Palavra de Deus conseguiremos purificar, limpar e adornar a Noiva para encontrar-se com o seu Noivo. Não existe meio termo (1Rs 18.21; Mt 6.24a).

O povo torna-se cativo e é destruído por falta de conhecimento (Is 5.13; Os 4.6). Portanto, cada vez que a Palavra de Deus é subtraída, manipulada, alterada, adulterada, adaptada e deixada em segundo plano, alcançado foi o primeiro passo do ladrão, salteador, mercenário, restando mais dois (Jo 10.10a), que serão implementados sem dificuldade. Afinal, nenhuma casa consegue ficar em pé sem base sólida!
Ir. Márcio Da Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de preencher, um conselho: pense no que vai escrever. Pondere suas palavras. Respeito é tudo e inteligente.
Venha somar com seus comentários para que todos saiam ganhando.

Ir. Márcio Cruz